Nosso Deus é um Deus bom

TEMPO DE REFLETIR 437 – 13 de março de 2015

“Pois o Senhor é bom e o Seu amor leal é eterno; a Sua fidelidade permanece por todas as gerações” (Sl 100:3).

Você é afetado diante da morte de alguém que você ama…

Por que o pesar se prolonga? Porque você está lidando com algo mais do que lembranças: está lidando com amanhãs não vividos. Você não está apenas lutando contra a tristeza: está lutando contra o desapontamento. Também está lutando contra a raiva.

Ela pode estar na superfície. Pode estar no subterrâneo. Pode ser uma chama. Pode ser um maçarico. Mas a raiva vive na casa da tristeza. Raiva de si mesmo. Raiva da vida. Raiva do exército, do hospital ou do sistema rodoviário. Mas, acima de tudo, raiva de Deus. Raiva que assume a forma de uma pergunta de duas palavras: por quê? Por que ele? Por que ela? Por que agora? Por que nós?

Eu e você sabemos que não podemos responder a essa pergunta. Apenas Deus sabe as razoes por trás de seus atos. Mas aqui está uma verdade fundamental sobre a qual podemos nos firmar: nosso Deus é um Deus bom.

“Tu, Senhor, És bom. Bom e justo é o Senhor” (Sl 25:7-8).

“Provem, e vejam como o Senhor é bom” (Sl 34:8).

Deus é um Deus bom. Devemos começar aqui. Ainda que não entendamos Seus atos, podemos confiar em Seu coração. (ML)


Ficha Técnica:
-> Música:Márcia Layane, “Deus é bom”
-> Locução e edição: Amilton Menezes
-> Finalização: Isa Vasconcelos

Fonte: http://www.wgospel.com/?p=13982

Anúncios